20 de fevereiro de 2010

meu amor, não adormeças.

meu amor, não adormeças.

olha a ponta do meu dedo 
olha o céu, conta as estrelas
que te aponto em segredo,
mesmo que não possas vê-las.

meu amor, não adormeças.

olha a minha mão na tua
solta em silêncio um grito
e meu amor, olha a lua
e seu conforto infinito.

e meu amor, não te esqueças,

que quando a dor te chegar
serei a mão que te alenta,
seremos dois a voar,
seremos dois, no magenta.

181 comentários:

  1. Como consegues sempre colocar de forma natural e subtil os sentimentos mais belos em cada pedaço de palavras capazes de emocionar quem te vem ler. (:

    ResponderEliminar
  2. muito muito obrigada,
    e poderia dizer o mesmo do teu (:

    ResponderEliminar
  3. que bonito, que bonito, que bonito *-*
    Concordo plenamente com o que disseste. Escrever completa-me, enche os espacinhos vazios que por vezes existem..
    Não sabia essa do Kafka! Mas creio que o entendo. Quando escrevemos com alma, quando nos entregamos, no mais irrisório texto ficam pedaços de nós. Estamos a expor-nos.

    ResponderEliminar
  4. Cada texto teu apaixona, tens essa noção? :$

    Quando foi a ultima vez que foste a Taizé? O ano passado fui com pessoal de Braga, daí a pergunta.
    Revive Taizé por mim, acho que não devo ir este ano. :/

    ResponderEliminar
  5. Este espeço tem uma força apaixonante:')

    Parabéns**

    A nostlagia é parte de nós; por isso deve completar-nos. Não é?

    ResponderEliminar
  6. Maravilhosamente Fantástico *
    As palavras esboçam o coração (:

    ResponderEliminar
  7. Está bonito. --'
    Reconheceste a frase. :')

    ResponderEliminar
  8. Por acaso também gosto muito da frase:')

    ResponderEliminar
  9. tão mágico, incrivel! eu arrepio-me sempre que venho aqui!*

    ResponderEliminar
  10. comigo tambem acontece isso. Aliás, quando pessoas que me conhecem descobriram o blog, tive mesmo para o fechar. Sentia-me exposta. Mesmo que os textos nao fossem sobre mim, acabam sempre por nos revelar, em pormenores.

    ResponderEliminar
  11. tens razao, quantas vezes! adorei o poema.

    ResponderEliminar
  12. eu bem que na original escrevi assim, mas dei tantas voltas e nenhuma me soava bem xD

    obrigado:D

    ResponderEliminar
  13. Já vi que já te deram um selo, mas também gostava de te passar um XD! Se quiseres tenho outro no meu blog para ti... :)
    Adorei o poema!
    Beijos!

    ResponderEliminar
  14. Obrigada, 'ti em mim'. (Desculpa mas agora ia a chamar-te pelo nome e deu-me uma branca enorme.)
    Gostei do poema.

    ResponderEliminar
  15. bem, temos ideias diferentes. Eu cá acho que cair sozinho faz bem, até pqe não sou a favor de ajudas, temos é que nos levantar sozinhos.
    Mas concordo com o que dizes tambem (:

    ResponderEliminar
  16. Oh, tu tomas a parte pelo todo, sendo assim esta bem. Tens toda a razao , cair sozinho nunca.
    Mas mesmo assim, continuo a ser adepta disso xD

    ResponderEliminar
  17. Viver lá parece-me uma ideia perfeita!

    ResponderEliminar
  18. Então partes do principio que alguém que consideras importante estara sempre lá nas tuas quedas e que te ajudara a levantar , mas eu nao concordo com isso.

    ResponderEliminar
  19. :O
    Fiquei espantada por me elevares à Margarida e por gostares mais da minha escrita do que a dela.
    Desculpa se te desiludo, mas gosto imenso dos livros dela, por isso foi um enorme elogio para mim o que disseste.

    Beijinho doce*

    ResponderEliminar
  20. Já agora - http://ao-revolver.blogspot.com/

    (:

    ResponderEliminar
  21. Espero, então, que continues a gostar de me ler :)

    ResponderEliminar
  22. Bgada ^^

    acho que o que desejo é simples, embora dificil de concretizar.

    por isso ta bem simples.

    mto obgda pelo coment.


    O que tu escreves é realmente lindo.
    De ficar emocionada mesmo. Fantastico :)

    ResponderEliminar
  23. isso é bonito de dizer, de escrever

    na pratica é que e pior :p

    ResponderEliminar
  24. E sabes , eu sou mesmo muito pessimista --'
    Acabo por te dar razão , mas sempre com o pé atras.até pqe nunca se conhece ninguem a 100%

    ResponderEliminar
  25. Já batia demasiadas vezes com a cabeça na parede , por isso sou assim :)
    Mas sei que tens razão, so nao consigo é ver assim. Nao outra vez.

    ResponderEliminar
  26. Aquilo que quero nao depende só de mim

    ha certas coisas que nao posso simplesmente mudar. nao me posso teletransportar :p

    A certas coisas que ficam fora do caminho que a minha vida tem de seguir, e nao posso mudar a meio.

    é relativo e complicado, nem tudo e como quero, quando quero...

    ResponderEliminar
  27. Derrestes qualquer pessoa com estes poemas :')

    ResponderEliminar
  28. Muito obrigada pela tua~visita!
    Adorei o teu blog. Lindo.

    ResponderEliminar
  29. Provavelmente tens razao.

    mas tenho de remar contra a maré :)

    ResponderEliminar
  30. Ai credo desculpa meninoooo! :S
    Não vi o sexo na página de perfil, e olha, ups!

    Ai odeio quando me enterro desta forma --'
    Um beijinho

    ResponderEliminar
  31. obrigada pelo comment e pela correção ;)
    Gostei dos poemas ;)

    ResponderEliminar
  32. Gostei da tua resposta, de coração.
    E sou totalmente de acordo, não é relevante mesmo :)

    ResponderEliminar
  33. Ups! para a proxima escrevo direitinho :)

    Mas também nao é muito agradavel ficar preso num lugar...

    ResponderEliminar
  34. o ideal é aprender a fazer pontes sozinha. Depender dos outros nao é agradável.

    ResponderEliminar
  35. e nao devemos aprender a fazê-lo sem ajuda? Senão, como podemos levantar os outros?

    ResponderEliminar
  36. oh sim :') só amor mesmo!
    gostei muito do teu blog* tens uma maneira de escrever.. uau :)

    és da cidade mais bonita do mundo! BRAGA (L)

    ResponderEliminar
  37. tudo isso é relativo, depende do ponto de vista de cada um. poder amar ou ser amada nem sempre poderá ser a melhor coisa a acontecer. isso, visto da minha perspectiva, claro

    ResponderEliminar
  38. tenho tanto medo de mudanças.. tenho medo que ele mude de um dia para o outro, como me faz imensas vezes e depois, com palavras amorosas, gestos sinceros e calmos tudo volta ao normal. tenho medo que ele deixe de ser o joão. sinto-me tão bem ao lado dele, protegida e amada.. meu deus! nao quero que isso mude :x

    melhor cidade mesmo :D amo viver cá.

    "olha a minha mão na tua/ solta em silêncio um grito/ e meu amor, olha a lua/ e seu conforto infinito" ; L-I-N-D-O!

    ResponderEliminar
  39. já tivemos sim. namoramos à um ano e já tivemos tanto um com o outro. já ultrapassamos tantas mentiras que nos diziam (como por exemplo, traição). depois de falarmos tudo se resolveu, mas até darmos esse "passo" para falarmos andei numa lástima. ando com dúvidas em relação ao que ele sente por mim. temos 2 anos de diferença de idades e nesta fase da adolescencia nota-se bastante. tenho medo que ele esteja farto de mim, de todas as minhas atitudes. muitas pessoas me dizem que talvez ele sinta o mesmo em relação a mim, mas penso que não. não sei viver sem ele, não sei mesmo, e acho que também não quero saber tão cedo. não o quero perder.
    mas é dificil acreditar no amor dele quando estou longe dele.. vejo coisas que ele diz a outras raparigas que me diz exactamente o mesmo a mim, isso deixa-me triste.
    quando estou com ele, tudo parece mais fácil. ele faz-me tão feliz*
    orgulho-me de nós por depois de tantos obstáculos que se puseram à nossa frente continuarmos juntos e como ele diz "este é o primeiro ano de muitos", e eu quero tanto que ele tenha razão e que diga isso com sentimento.

    ResponderEliminar
  40. desculpa o meu comentário gigaaaante :$

    ResponderEliminar
  41. digo-lhe imensas vezes a resposta dele é "contigo é verdade! contigo é à letras. com elas é da boca para fora.." espero tanto que seja verdade :/
    ai que sorte! quem me dera ficar assim durante tanto tempo* acompanhar as mudanças, que foram muitas e boas, acompanhar a vida um do outro. deve ser fantástico estar assim durante tanto tempo :)
    as maiores felicidades! mesmo <3

    ResponderEliminar
  42. certo, então temos uma opinião contraditória. estou a descobrir esses caminhos do amor...

    ResponderEliminar
  43. é fantástica a forma como usas a palavra 'magenta' e de cada vez lhe atribuis um significado diferente.
    Nao fazia ideia daquilo do você, mas obrigada pelo reparo x)

    ResponderEliminar
  44. Deixo os vestígios das minhas digitais nas palavras. Obrigado por marcares lá. Abraço.

    ResponderEliminar
  45. sim já. ele diz que comigo é diferente, ela (é uma rapariga..) é só uma boa amiga, nada de mais e que nunca passará disso. parece-me tao sincero mas custa ver um "eu amo-te mais minha querida!" dele dirigido para ela*

    ResponderEliminar
  46. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  47. nem sei o que sinto; ainda estou a tentar digerir tudo isto. mas é inicio de alguma coisa
    parece rídiculo tudo isto depois do que escrevi

    ResponderEliminar
  48. - isso não te tão fácil como se diz :'

    p.s: escreves muitooo bem :'D

    ResponderEliminar
  49. tenho medo de me tornar demasiado ciumenta, nem sei. quando está cmg sinto que ele me ama e tudo o que lhes diz sinto-o com mais verdade quando essas palavras sao dirigidas a mim.

    ResponderEliminar
  50. oh , obrigada :O nunca me tinha apercebido do erro :s
    obrigada pelo concelho, acho que tens razão.

    - adorei!

    ResponderEliminar
  51. Obrigada pela visita e comentário ao seu blog.
    Assim foi me possível descobrir o seu. E ainda bem.

    Boas escritas.

    ResponderEliminar
  52. Ainda bem que gostas.te, também gostei muito deste ^^ Escreves lindamente e espero que continues a faze-lo...
    Em relação a ultima frase do texto como ja tinha dito a Isabel nem todos podemos concordar com o mesmo, cada pessoa tem e teve as suas experiência de vida e no final tira as suas conclusões... mas como também lhe disse concordo muito com o que ela escreveu no meu blog =)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  53. duvido bastante mesmo, mas agradeço a confiança que depositas em mim!

    ResponderEliminar
  54. Pois... se calhar e isso mesmo!
    Nao tens que agradecer =) Beijo

    ResponderEliminar
  55. tens mesmo razão. não o quero perder por nada deste mundo e tenho tanto medo que ele ache estas conversas infantilidades ou inseguranças sem razão. mesmo assim acho que vou ter uma conversa séria com ele se voltar a ler coisas daquele genero dirigidas à rapariga*

    ResponderEliminar
  56. tens toda a razão, por isso é que eu nunca desisto (:
    Está perfeito +.+

    ResponderEliminar
  57. é, como digo na descrição, o blog dos sonhos reais :)

    ResponderEliminar
  58. Os que amo vao sempre comigo.
    vigiando-me de longe :)
    suficientemente longe para eu me sentir livre, mas perto para nunca me sentir sozinha :)

    ResponderEliminar
  59. algo sério? talvez talvez. esperar para sentir

    ResponderEliminar
  60. so porque nao agarro uma mao, nao quer dizer que ela nao exista. posso cair sozinha, e levantar-me também. isso nao quer dizer que nao precise da alguem para me curar as feridas...

    ResponderEliminar
  61. têm de ser. senão não vale a pena!

    ResponderEliminar
  62. Mais um texto fantástico *-*

    Beijinhos.
    Rita f.

    ResponderEliminar
  63. De nada x)
    Quando o vires diz-me o que achas-te do filme.

    ResponderEliminar
  64. Não faz mal. Obrigado por me corrigires.
    Costumo ter a mania de por hífenes em tudo, com o gostaste é a mesma coisa xD

    ResponderEliminar
  65. Pois, eu sou um novato, ainda estou no 10º ano xD

    ResponderEliminar
  66. Estou em Economia, mas ainda não sei muito bem o que seguir xD
    Já andas na Universidade?

    ResponderEliminar
  67. Sim, também gosto de Economia.
    Eu sou de Mafra, e tu?

    ResponderEliminar
  68. Concordo inteiramente! Economia é de certo ponto viciante.
    Olha que Mafra é bem fixe xD
    És Nortenho xD

    ResponderEliminar
  69. Já vieste cá?
    Eu não estava a criticar, constatei um facto, o de seres Nortenho. Aliás tenho muitos amigos do Porto e isso.
    Isso é mesmo muito fixe, senhor professor de economia xD

    ResponderEliminar
  70. Pois, acho que não vou ter grandes problemas nessa visita de estudo xD
    Eu nunca fui aí.

    ResponderEliminar
  71. Está combinado então.
    Quando foi aí digo-te para me apresentares a cidade xD
    Queres-me ajudar a filosofia? Odeio estra treta -.-"

    ResponderEliminar
  72. Que "besta", eu não passo do 15 xD
    Já não é preciso obrigado, já tive o teste xD

    ResponderEliminar
  73. Oh, porquê?
    Foi muito bom o filme. E olha que é raro eu gostar muito de um filme, nos filmes costumo ser muito crítico xD
    Gosto tanto de cinema *-*
    Como tu gostas de Filosofia xD

    ResponderEliminar
  74. Eu gostei xD
    Sabes qual é o filme Expiação? Baseado num livro de Ian McEwan

    ResponderEliminar
  75. Perguntei isto porque adorei o filme e o livro.
    Podes ver o filme aqui: http://www.zshare.net/video/708949808d5ff637/
    Mas em Inglês.
    E se quiseres claro xD
    Acho a história muito boa.

    ResponderEliminar
  76. De nada.
    Eu disse que o filme é lindo. No final fiquei de boca aberta quando toda a história mudou.
    Fiquei foi chatiado por não ter ganho quase Oscars nenhuns em 2008, e pelas criticas o apelidarem de um filme previsivel e chato.
    Não o acho nada, tens que ler o livro também, acho a historia brilhante e nada previsivel.
    Consegui arranjar mais um fã de Expiação! xD

    ResponderEliminar
  77. Foi precisamente esse o único prémio atribuido a este filme xD
    Que injustiça -.- Nos Globos de Ouro ganhou melhor drama, filme, actor, realizador e banda sonora acho eu.
    Também gosto imenso da banda sonora, principalmente o The Vision que é a música do trailer.
    Nenhum dos meus amigos sabe qual é este filme, haja alguém com quem possa falar sobre ele! xD

    ResponderEliminar
  78. Sim, essa musica também estava muito fixe, eu gosto muito da Briony.
    O filme esta mesmo bom xD

    ResponderEliminar
  79. Deves-me uma.
    Se não fosse eu, ainda não tinhas visto o filme xD

    ResponderEliminar
  80. Obrigado pelo teu comentário...
    pelo número de seguidoras que tens, tenho de melhorar a minha perfomance.

    Um abraço.

    António

    ResponderEliminar
  81. venerei o texto !
    Também vou seguir ! (:

    ResponderEliminar
  82. não tens que agradecer , os poemas estão mesmo muito bons .

    ResponderEliminar
  83. EU não sabia, mas tens razão(: obrigado pela correcção(:

    ResponderEliminar
  84. Sabes, odeio poesia... prefiro a prosa! Mas esse está MÁGNIFICO. Parabéns ^^

    ResponderEliminar
  85. muito bom mesmo.
    eu cá não adormeceria com toda a certeza (L)

    ResponderEliminar
  86. Não canso de me dizer, que não me canso de te ler:)

    ResponderEliminar
  87. ainda bem que reparas nos meus erros, obrigado!

    ResponderEliminar
  88. «as letras e os números, como vós os dois, só se tornam verdadeiramente puros quando se misturam!»

    Adorei! Não sei se tens noção, mas és realmente bom com as palavras!

    ResponderEliminar
  89. "quando a dor te chegar
    serei a mão que te alenta"


    Gostei. =)

    Obrigada pela visita. =*

    ResponderEliminar
  90. escreves tão bem. as tuas palavras prendem uma pessoa de tal maneira... beijinho

    ResponderEliminar
  91. a sorte que o 'teu amor' tem é imensa :) escreves lindamente! até a proxima, beijo grande

    ResponderEliminar
  92. Muito obrigado pela visitinha =)
    Já vi que tens aqui um blog que transborda sentimentos...gostei muito do que escreves.

    Uma boa semana e beijo*

    ResponderEliminar
  93. olá :D
    aquilo que pus no meu blog é um favicon.
    podes fazer o teu aqui: http://www.favicon.cc/

    beijo :)

    ResponderEliminar
  94. É mesmo! Podiam ajudar um bocadinho.

    ResponderEliminar
  95. Considero mesmo que foi bom ter visto o que vi mesmo à minha frente, em frente à minha casa e ele a olhar-me nos olhos e a virar-me costas com outra ao lado. Doeu, doeu mais que tudo mas ao mesmo tempo deu-me força para o esquecer e ver que ele não me merece. Obrigada pelo apoio, ajuda-me sempre tanto :'$
    Tu escreves tão bem, fazes as pessoa voar nesses teus textos lindos, fazes as pessoas sentirem exactamente o que sentes *.*
    Gostei mesmo muito do teu blog (':

    ResponderEliminar
  96. Confesso que por vezes custa imenso ;s
    Não precisas de agradecer (:

    ResponderEliminar
  97. Pelo menos não sofriamos tanto nem precisavamos de nos manter sempre em pé ! Mas tens razão (:
    Um dia seremos felizes ao lado de quem nos ama, é no que acredito *

    ResponderEliminar
  98. Sim, se sofremos é sinal que sentimos, e se sentimos é sinal que amamos e é por isso que de certa forma vivemos.
    Obrigada mesmo pelo apoio!

    ResponderEliminar
  99. De certa forma, é bom sofrermos *
    Agradeço pois (':

    ResponderEliminar
  100. Obrigada pela triagem das gralhas :)
    Já não vinha aqui vai para muito tempo. Esta tua janelinha continuar a pô-me os olhinhos cintilantes. Seu malvado :b

    ResponderEliminar
  101. Obrigada pelo convite!
    Foi aceite com todo o gosto! ;)

    ResponderEliminar
  102. Obrigada pelos comentários. Tens razão em tudo o que dizes, mas de certo modo tenho que me esconder, sou quase obrigada a fazê-lo para não ser derrubada por meras palavras que magoam e muito.
    Eu não posso dizer o que sinto, nao posso falar com ele, não dá, não me posso deixar levar. Arrisco-me a dizer que o amor é uma perda de tempo.

    Obrigada mais uma vez pelos comentários (:
    E adorei o poema , está lindo ! (:

    ResponderEliminar
  103. muito obrigado! lamento não postar mais vezes no letras, vou tentar fazê-lo mais vezes. *

    ResponderEliminar
  104. Lindo demais.. Adorei. To te seguindo, tá? :)

    ResponderEliminar
  105. adoro poesia, e esta definitivamente está linda :)
    também vou seguir.

    ResponderEliminar
  106. não disse nada que não fosse verdade!

    ResponderEliminar
  107. nao é minimamente questionável, é verdade e ponto final. 8-)

    ResponderEliminar
  108. mau, vou ter de me chatear, é? 8-)

    ResponderEliminar
  109. Só quero dizer que tens um selo no meu blog x)

    ResponderEliminar
  110. Sim, na luta é que esta valor ...
    o mal é quando a meio já perguntamos se a luta valerá a pena. é preciso acreditar!

    ResponderEliminar
  111. obrigada por reparares no erro, nao dei mesmo por ele :o

    ResponderEliminar
  112. simplesmente, adorei. não tenho palavras, está lindíssimo. beijinho, victoria *

    ResponderEliminar
  113. Bem me parecia, obrigada! <3
    adoro o teu blogue, estou-te a seguir *

    ResponderEliminar
  114. Está tão lindo! Tens imenso jeito, mesmo.
    E obrigada pelo teu comentário, foi bom saber que alguém gosta do que escrevo.

    Um beijinho :)

    ResponderEliminar
  115. porque so tenho quize ;p
    tu es muito grande , afinal :O
    ;)

    ResponderEliminar
  116. o meu stor de português andou a ler os teus poemas :p

    "DIVINAL" !

    ResponderEliminar
  117. foi sem querer, mas dizia que era bom saber que estavas feliz

    ResponderEliminar

deixa um vestígio de ti e foge para onde eu te possa encontrar.